Governador abre Seminário e destaca integração dos países e avanços para o Estado

Categoria: Notícias | Publicado: sexta-feira, julho 29, 2016 as 15:00 | Voltar

Campo Grande (MS) – O governador Reinaldo Azambuja realizou na manhã de hoje (29) a abertura do ‘Seminário Corredor Bioceânico Rodoviário Brasil, Paraguai, Argentina e Chile’ onde destacou a importância da rota que ligará o Brasil através do município de Porto Murtinho aos portos do Chile. “Há mais de 30 anos nosso País discute essa rota e agora vemos que está se aprofundando, especialmente após a Carta de Assunção assinada pelos quatro presidentes. A Rota Bioceânica representa um avanço muito importante e um amadurecimento. Não será apenas uma rota de ir e vir de mercadorias e riquezas geradas pelos países, mas principalmente a integração muito forte dos quatro países”, frisou.

Ainda segundo o governador, o Seminário não coloca em pauta apenas a discussão da viabilidade da Rota, mas principalmente a possibilidade de uma grande integração comercial, social, cultural. “Acredito que esse corredor será um marco e desde quando iniciamos as discussões técnicas de viabilidade dos investimentos e avanços podemos afirmar que demos grandes passos para a concretização de um sonho de mais de 30 anos”.

Seminário (151)

Para o ministro da Indústria e Comércio do Paraguai, Gustavo Leite, o país está pronto para ter o corredor de exportação. “Temos 500 quilômetros de rodovia para pavimentar. Neste semestre já iremos licitar um trecho e para o primeiro de 2017 o outro. Brasil e Paraguai são países irmãos e nós já fizemos grandes esforços para melhorar a ligação entre os dois”, frisou.

Durante a solenidade, a Assembleia Legislativa de MS concedeu a Leite o título de cidadão sul-mato-grossense.  “Para que nosso sonho se transforme em realidade e em reconhecimento a parceria do Paraguai com Mato Grosso do Sul”, disse o presidente da Assembleia, Júnior Mochi.

Também participaram da abertura do evento o subsecretário de Planejamento Territorial e do Investimento Público da Argentina, Fernando de Celis; o ministro de Obras Públicas do Chile, Aberto Undurraga; o vice-ministro de Relações Exteriores do Chile, Edgardo Riversos e o subsecretário-geral da América Latina e do Caribe, Paulo de Mesquita.

Texto: Raquel Pereira

Fotos: Chico Ribeiro

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.