Ir à escola e ao hospital, o transtorno vivido pelos moradores de Porto Morumbi que recebe asfalto e escola reformada

Categoria: Geral | Publicado: sexta-feira, novembro 25, 2022 as 17:39 | Voltar

Distrito de Eldorado, município distante 442,3 quilômetros de Campo Grande, Porto Morumbi recebe três importantes obras do Governo do Estado que prometem tirar a cidade do isolamento, proporcionar melhores condições de infraestrutura e ensino de qualidade.

Localizado às margens do Rio Paraná, o comentário de alguns moradores é de que o local já estava se tornando uma espécie de “cidade fantasma”, caída no esquecimento. A primeira obra que vai beneficiar os aproximadamente 600 moradores do pequeno distrito é a pavimentação dos 19 quilômetros do acesso a partir do trecho urbano de Eldorado.

Em busca de um lugar mais tranquilo para morar com o esposo aposentado, Alice Areco de Oliveira, de 71 anos, se mudou para o distrito há sete anos e sempre precisa se deslocar para a cidade em busca de atendimento médico para o marido que tem a saúde fragilizada aos 77 anos. “Já pegamos barro na estraba, é muito complicado”, disse a moradora sobre as condições da rodovia em dias chuvosos.

A cena se repete há anos, conforme conta o policial aposentado Almiro Pereira, de 62 anos, que há 45 anos mora no distrito. “Quase todo dia tinha alguém para levar para o hospital com problema de saúde e a principal reclamação dos moradores é o acesso ruim”, afirmou. Almiro era adolescente quando foi morar no distrito que já tinha uma escola, mas não oferecia aulas para alunos do “segundo grau”.

“A gente deslocava para a cidade com o ônibus da prefeitura e quando chovia, muitas vezes o ônibus ficava na estrada e a gente tinha que vir a pé e isso quando não tinha ônibus íamos de caminhão”, relembrou. Para Almiro, “o asfalto é uma realização que sempre foi esperada”.

Para realizar esse sonho, o Governo do Estado está investindo R$ 28.605.510,21 na pavimentação da MS-295 que já conta com mais de 2 quilômetros de asfalto. As melhorias, porém, não acabam por aí. O distrito também recebe uma obra urbana de pavimentação e recapeamento em um investimento de mais R$ 6.483.358,50. Paralelo a essas duas obras, a Escola Estadual Silo Vargas Batista está sendo totalmente reformada ao custo de R$ 4.207.383,79. É a primeira obra em 50 anos de existência da unidade escolar do distrito.

Escola do distrito existe há 50 anos e recebe a primeira reforma

“Tudo o que estamos executando no pequeno povoado tem um único objetivo, o de melhorar a qualidade de vida dos moradores e acabar com o transtorno vivido há anos com as péssimas condições da estrada e das ruas do distrito”, afirmou o secretário de Estado de Infraestrutura, Renato Marcílio.

Somando as três obras, o distrito recebe, de uma só vez, mais de R$ 39 milhões.

Joilson Francelino, Subcom
Fotos: Edemir Rodrigues

Publicado por: Joilson Francelino Santana

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.