Juntos por Campo Grande: Governo e Prefeitura formalizam parceria para tapa-buraco

Categoria: Notícias | Publicado: quinta-feira, janeiro 19, 2017 as 14:31 | Voltar

Campo Grande (MS) – Reforçando o compromisso de trabalhar indistintamente pelos 79 municípios de Mato Grosso do Sul e com o objetivo de melhorar a vida das pessoas, o Governo do Estado formalizou a parceria com a Prefeitura da Capital para a recuperação de vias de Campo Grande. A parceria garante investimento de R$ 50 milhões. “Nós temos que trabalhar por todos os municípios do Estado e gostaríamos de estar assinando hoje o recapeamento, mas é uma situação que não dá para esperar. Temos que garantir com urgência a tranquilidade é a segurança dos moradores da Capital”, disse o governador Reinaldo Azambuja, que deu uma pausa nas férias e compareceu ao evento.

De acordo com o prefeito de Campo Grande, Marcos Trad, dos R$ 50 milhões disponibilizados, R$ 20 milhões serão destinados à operação tapa buraco e o restante será investido para o recapeamento das vias. “Nós fizemos um levantamento e constatamos 240 mil buracos e até o momento em 14 dias úteis de trabalho já tapamos 15 mil. Nossa intenção na verdade era recapear as ruas, no entanto, com a situação atual não podíamos esperar os trâmites legais de 6 a 8 meses para recapear. Logo resolvemos tapar 80-90% dos buracos e depois recapear”, explicou.

ConvenioFotoDavidMajella3
Formalização da parceria do Governo do Estado com a Prefeitura da Capital para a recuperação de vias de Campo Grande. Foto: David Majella.

Ainda de acordo com Trad, ao buscar a ajuda do Governo do Estado a intenção foi que a Capital tivesse o mesmo apoio que os demais municípios do Estado. “Eu pedi ajuda para que fizessem o mesmo que vem sendo feito pelos outros municípios. E hoje estamos mostrando que estamos aqui para desenvolver um trabalho em conjunto e para toda população”, disse.

Para a governadora em exercício, Rose Modesto, são as parcerias que melhoram a vida das pessoas. “Nossa gestão tem feito trabalho muito próximo aos municípios e é essa a nossa visão, pensar no bem estar, no equilíbrio e na justiça social de Mato Grosso do Sul”.

Os recursos disponibilizados serão divididos cabendo metade para cada ente, sendo 25 milhões do Estado provenientes do Fundersul e 25 milhões de reais do municípios, oriundos do ‘enxugamento’ da máquina e do IPTU.

Também participaram do evento o secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Rudi Fiorese; o secretário de Estado de Infraestrutura, Marcelo Miglioli; o secretário de Estado da Casa Civil, Sérgio de Paula; o deputado estadual, Junior Mocchi e outras autoridades.

ConvenioFotoDavidMajella

 

Texto: Raquel Pereira
Foto em destaque:  Moisés Silva
Fotos da matéria: David Majella.

Publicado por:

Utilizamos cookies para permitir uma melhor experiência em nosso website e para nos ajudar a compreender quais informações são mais úteis e relevantes para você. Por isso é importante que você concorde com a política de uso de cookies deste site.